BLOG DA GRADUAÇÃO

Como é o curso de Ciência da Computação?

Você consegue imaginar o mundo de hoje sem os computadores? Claro que não, não é verdade? Afinal, esse tipo de tecnologia está por todos os lados, garantindo as coisas aconteçam em todas as áreas. Ora, caso a computação não existisse, voltaríamos para uma época em que também não existia muito daquilo que temos de bom na atualidade. Imagine viver sem os games e sem o telefone celular? Sem chance!

Neste post você vai conhecer o curso de Ciência da Computação, a tecnologia que permite que os computadores executem todas as tarefas que são tão essenciais para a vida atual.

como-e-o-curso-de-ciencia-da-computacao.jpg

Computadores por todos os lados

Geralmente, estamos acostumados a entender os computadores como aqueles equipamentos que temos em casa, que utilizamos para acessar a internet, jogar e fazer os trabalhos de escola. Porém, a computação está inserida em todos os campos da atividade humana. Um smartphone, por exemplo, é um tipo de computador e existem tantos outros aparelhos e equipamentos que funcionam acoplados a computadores.

Os motores dos carros modernos são comandados por computadores, assim como os aviões, que voam sob a orientação desse tipo de equipamento. No trânsito das grandes cidades, nos elevadores dos edifícios modernos, nos serviços de telefonia… Enfim, em todas as áreas, de um modo ou de outro, os computadores estão presentes.

Computadores e programas

Contudo, por mais fascinantes e úteis que sejam esses equipamentos, se olharmos friamente para eles perceberemos que nada mais são do que um conjunto de componentes eletrônicos que são agrupados para cumprirem uma ou mais finalidades. Esse conjunto forma o chamado “hardware”, que precisa de eletricidade para funcionar e, além disso, depende dos programas para cumprirem as funções para as quais foram projetados.

Ou seja, sem energia eles não passam de um peso morto e, mesmo energizados, sem os programas, eles não são capazes de executar nada de útil.

O cientista da computação

Portanto, é necessário que uma categoria de profissionais se encarregue de criar os programas dos computadores, que permitirão que eles de fato funcionem. Assim, da mesma forma que o conhecimento e os pensamentos permitem que o cérebro de uma pessoa execute tarefas, são os programas que dão sentido à existência do computador, fazendo com que eles cumpram as funções esperadas.

Ou seja, é um programa que, por meio de um computador, comanda o funcionamento do motor de um carro, da mesma forma que são os programas que permitem que os smartphones executem as múltiplas funções com as quais estamos tão acostumados.

O cientista da computação é o profissional encarregado de criar esses programas.

Baixar ebook

O curso de Ciência da Computação

Para se tornar esse tipo de profissional que cria programas para computadores, é preciso que a pessoa faça o curso de Ciência da Computação. Com duração de quatro anos, o curso habilita o aluno a desenvolver e a implantar projetos de softwares voltados para as mais variadas possibilidades e necessidades que se incluem em todos os campos da atividade humana.

Durante o curso, o aluno aprende as técnicas de gerenciamento dos principais recursos tecnológicos que estão ligados à computação — como os softwares, bancos de dados, redes de computadores, sistemas operacionais e funcionamento de hardware, entre outros.

Uma vez formado, o profissional pode aplicar os conhecimentos tanto em empresas especializadas na área quanto nas organizações que dependem desses sistemas para atuarem. Além disso, ele pode também atuar em empreendimentos próprios, criando programas, ou se dedicar à pesquisa científica e à atividade acadêmica e de ensino, no âmbito da profissão.

Grade curricular

O Curso Superior em Ciência da Computação tem duração de 3 mil horas, que devem ser cumpridas em oito períodos, compreendendo as matérias que seguem.

1º período

  • Cálculo Diferencial;
  • Lógica Matemática Aplicada à Computação;
  • Algoritmos e Programação;
  • Introdução à Computação;
  • Português.

2º período

  • Cálculo Integral;
  • Matemática Discreta;
  • Introdução à Linguagem de Programação;
  • Metodologia de Estudo;
  • Física.

3º período

  • Estatística e Probabilidade;
  • Introdução à Álgebra Linear;
  • Metodologia e Linguagem de Programação;
  • Estrutura de Dados I;
  • Sistemas Digitais;
  • Arquitetura de Computadores (certificação).

4º período

  • Banco de Dados;
  • Software Básico;
  • Metodologia e Linguagem de Programação Avançada;
  • Estrutura de Dados II;
  • Linguagens Formais e Autômatos;
  • Introdução a Redes de Computadores (certificação).

5º período

  • Banco de Dados Avançado;
  • Sistemas Operacionais (certificação);
  • Implementação e Projetos de Redes;
  • Análise e Projeto de Sistemas;
  • Engenharia de Software;
  • Teoria da Computação.

6º período

  • Interface Homem-Computador;
  • Construção de Compiladores;
  • Arquitetura e Padrões de Projetos;
  • Gerenciamento de Projetos (certificação);
  • Programação Avançada para Web.

7º período

  • Empreendedorismo;
  • Inteligência Artificial;
  • Computação Gráfica e Processamento de Imagem;
  • Desenvolvimento de Projetos de Software;

8º período

  • Informática Jurídica.

Além disso, o curso prevê matérias eletivas, estágios supervisionados e o trabalho de conclusão de curso, que abrange os dois últimos períodos.

As certificações intermediárias permitem que o aluno entre no mercado de trabalho das áreas certificadas, mesmo antes de concluir o curso.

Áreas de atuação do formado

Após a graduação, o formado pode atuar nas seguintes áreas:

  • Análise de sistemas;
  • Desenvolvimento de sistemas;
  • Análise e desenvolvimento de aplicações para a internet;
  • Arquitetura de software;
  • Administração de bancos de dados;
  • Análise de testes computacionais;
  • Gerenciamento de projetos e de desenvolvimento de software;
  • Análise de suporte e administração de sistemas de redes de computadores;
  • Projeto de circuitos integrados de hardware e de software;
  • Empreendimentos na área de Tecnologia da Informação e da Comunicação.

Além dessas e de outras funções, o graduado também se habilita aos cursos de pós-graduação das áreas tecnológicas e gerenciais.

curso-de-ciencia-da-computacao.gif

Mercado de trabalho

As possibilidades de trabalho para o cientista da computação são muitas, tanto no Brasil quanto no exterior. Segundo dados da Associação Brasileira de tecnologia da Informação (Brasscom), o Brasil é o quinto maior centro de Tecnologia da Informação do Mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Japão, China e Reino Unido. A expectativa é de que a área crie mais de 400 mil vagas nos próximos cinco anos.

Com a expansão desse mercado, há um aumento também na procura por profissionais que se dedicam ao desenvolvimento de softwares e especialistas nas áreas relacionadas que sejam graduados em Ciência da Computação.

Salários

Os salários dos recém-formados em Ciência da Computação situam-se entre R$ 2 mil e R$ 3 mil. Em níveis mais avançados da profissão, podem atingir em torno de R$ 20 mil.

Contudo, não há limites para a remuneração, que ficará condicionada à progressão do graduado nas atividades que exercer ao longo da carreira.

Agora que você já conhece o curso de Ciência da Computação, que tal curtir a nossa página no Facebook? Assim, você terá acesso constante às nossas dicas e novidades!

Baixar ebook

Ciencia da Computacao

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia da Fonseca

Ana Flávia Pereira Medeiros da Fonseca é reitora do Centro Universitário de João Pessoa - Unipê. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Maryland-EUA, exerceu cargo de Chefe de Arquitetura de Informação (Chief Information Architect) e Gerente do Departamento de Gestão da Informação do Banco Mundial. Possui experiência em negociação e cooperação internacional na área de projetos de informação com agências multilaterais e bilaterais, administrando programas relacionados à análise e ao apoio de projetos científicos e tecnológicos.