Ciência da Computação

Ciência da Computação não é só para nerds

Mariana Brito
25-01-2016 14:19

Responda rápido: se a sua vida fosse um seriado, qual ele seria?

Se pensou em “Big Bang Theory”, a famosa sitcom americana que acompanha o dia-a-dia de Sheldon Cooper e seus amigos cientistas, ou melhor, nerds em meio a fórmulas de física e personagens de quadrinhos, este post é para você.

Sim, você, que é viciado em eletrônica e acha que a vida se resume a bater o recorde no “Grand Theft Auto 2” e baixar aplicativos de jogos no seu I-phone.

Vá saber! Talvez a vida seja isso mesmo... Afinal, um dos cursos de graduação que nunca perde o ibope num mundo que se informatiza dia após dia é o de ciências da computação. A vingança dos nerds!

Direitos Autorais Warner Bros.
Direitos Autorais Warner Bros.

Mas o que faz um profissional de ciências da computação?


Além de criar softwares e aplicativos, ele é responsável pela manutenção de bancos de dados e instalação de redes e sistemas de computação fundamentais em qualquer empresa, indústria ou instituto de pesquisa.

Mas não é só isso.

É função do bacharel em Ciência da Computação criar novas linguagens de programação e novas arquiteturas de hardware. Ou seja, manter sempre em rota a grande roda da tecnologia.

Baixar ebook

E qual o perfil esperado do profissional de Ciência da Computação?

Direitos Autorais Warner Bros. Direitos Autorais Warner Bros.
  1. Raciocínio lógico
  2. Exatidão
  3. Concentração
  4. Organização
  5. Iniciativa
  6. Curiosidade
  7. Metodologia
  8. Ceticismo
  9. Gosto pela pesquisa

Além de – é, claro:

10. Facilidade com cálculo e matemática.

Hummmmmmmmmmmmmm.....

Direitos Autorais Warner Bros. Direitos Autorais Warner Bros.
 

Se interessou?

Então, boa notícia para você. As perspectivas são as melhores possíveis para a atuação de cientistas da computação em empresas privadas, universidades, órgãos governamentais, fabricantes de software e hardware e consultorias.

A popularização dos notebooks e o acesso cada vez mais crescente da população brasileira à internet, a alta demanda por especialistas na área é uma realidade.

E então? Melhor do que ser nerd, é ser nerd com perspectiva de trabalho e muito dinheiro. Exclame um "BAZINGA"! para seus pais e seja feliz!

 

“Esperto? Eu teria que perder 60 pontos de QI pra ser considerado esperto!” – Sheldon Cooper
Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos