Administracao

Benchmarking: descubra o que é este conceito da administração

Mariana Brito
04-06-2018 6:20

Todo empreendedor tem o desejo de ver sua empresa prosperar, certo? Isso implica em conseguir oferecer o melhor aos seus clientes e poder cobrar um retorno cada vez maior em cima do seu produto ou serviço.

Mas, afinal, como aprimorar os serviços prestados pela organização? Em que se basear para não ficar para trás no mercado? É aqui que entra o benchmarking.

Esse é um conceito da administração que envolve a pesquisa de concorrentes, permitindo que os administradores realizem comparações de práticas adotadas por outras companhias. Assim, é possível identificar o melhor caminho para alcançar resultados expressivos e criar diferenciais competitivos para o seu negócio.

Para que seja concluído com sucesso e tenha investigações precisas, o benchmarking deve ser muito bem estruturado. Então, quer aprender mais sobre esse conceito da administração e como elaborá-lo bem? Continue lendo o nosso texto e confira!

benchmarking-descubra-o-que-e-este-conceito-da-administracao

O conceito de benchmarking

Benchmarking pode ser traduzido para o português como “ponto de referência”. Basicamente, é uma metodologia que pesquisa produtos, serviços e processos utilizados por concorrentes e empresas referência, a fim de que, assim, aquilo que é útil possa ser incorporado na organização, como uma melhoria.

Vale frisar, contudo, que não se trata de uma imitação ou plágio de processos de outras companhias, e sim de uma identificação de boas práticas e a sua adequação ao contexto da sua empresa.

Os tipos de benchmarking

Benchmarking funcional

Nesse tipo de comparação, é feito um paralelo entre os processos das empresas, indiferentemente de seus ramos e atuações serem diferentes, ou não.

Benchmarking interno

Aqui, já são buscadas comparações dentro da empresa, em áreas que se destacam ou são inovadoras. Dessa forma, é possível replicar os processos de interesse nos seus demais setores.

Benchmarking cooperativo

Feito em parceria com uma ou mais empresas, no benchmarking cooperativo cada uma delas expõe as suas soluções e a forma como gerem cada área. Assim, todas podem aprender e implementar aquilo que for considerado bom.

Esse modelo também é utilizado quando uma organização que já tem processos considerados referência abre suas portas para as demais, com o intuito de aprendizado.

Baixar ebook

Benchmarking de competidores

Por fim, esse método acontece quando se faz uma análise minuciosa dos competidores visando descobrir as práticas adotadas por eles, para superá-las. Obviamente, essa é uma prática difícil, tendo em vista que uma companhia não costuma deixar informações escaparem aos seus concorrentes.

As aplicações do benchmarking

Sabemos que, em um cenário globalizado como o atual, as mudanças ocorrem de maneira exponencial, o que causa uma evolução e melhoramento contínuo de todos os processos. Contudo, uma companhia não pode perder tempo reinventando a roda, ou seja, criando sempre novas maneiras de realizar processos que os outros já fazem com perfeição.

Nesse sentido, o benchmarking pode ser utilizado como uma ferramenta para acompanhar essa melhoria contínua, garantindo que as boas práticas de organizações tidas como referência no mercado sejam aplicadas no seu o contexto interno.

Normalmente, a aplicação do benchmarking em uma organização se dá em um momento de dificuldades, ou da necessidade de resolução de um determinado problema. Mas é também uma ferramenta de trabalho muito versátil, e quando aplicado a todos os processos, auxilia a companhia em sua retomada no mercado e no aumento de sua competitividade.

As etapas para implementar o benchmarking

O primeiro passo para implementar o benchmarking em sua empresa é fazer uma análise interna da sua situação, compreendendo o que está ruim e o que precisa ser revisto. Uma vez feita essa análise, é necessário pesquisar as companhias que são referência no mercado, reconhecidas justamente por sua excelência nesses processos.

A partir daí, defina como a captura de dados e informações será feita, e como os segredos das outras empresas serão obtidos. (Inclusive, vale ressaltar que a melhor maneira de fazer isso costuma ser por meio de parcerias.)

Faça, então, uma análise de mercado para conhecer as práticas que esses concorrentes adotam — dentro do que é a fraqueza na sua organização —, e, a partir disso, faça uma comparação para identificar quais são as lacunas nos seus processos. Assim que forem identificadas essas lacunas, ações de adaptação mais específicas devem ser aplicadas na área, com o intuito de melhorá-la.

Por último, as áreas e as ações tomadas devem ser sempre revisadas para garantir que haja, de fato, uma melhoria, e que as iniciativas sempre estejam de acordo com o que há de melhor no mercado.

Principais vantagens de aplicar o benchmarking

Como já comentamos, o processo de benchmarking oferece muitas vantagens para a organização que o aplica. Vejamos, agora, algumas das principais delas:

giphy

Aprimoramento de processos

Obviamente, um dos principais benefícios do benchmarking é o aprimoramento dos processos da organização, possibilitando que eles cheguem bem próximos da perfeição, e sempre atualizados com o que há de melhor no mercado.

Autoconhecimento da empresa

Aplicando a metodologia, os colaboradores da sua companhia são obrigados a ter um olhar crítico quanto às ações internas que são tomadas. Isso gera um autoconhecimento muito importante para a resolução de problemas, além de ajudar na sua prevenção.

Maior conhecimento do mercado

O estudo de concorrentes e empresas referência permite ainda que o conhecimento de mercado adquirido pela companhia cresça de maneira exponencial, o que beneficia indiretamente no seu crescimento financeiro, por meio da melhoria dos processos.

Desvantagens do benchmarking

Excesso de foco na concorrência

Se a empresa mantiver um foco excessivo na concorrência, há a tendência de que ela perca um pouco da sua identidade. Por isso, é fundamental saber adaptar os processos, não simplesmente copiá-los. Se for identificado que a organização está perdendo seus valores, todo o processo deve ser revisto.

Campo de visão limitado em caso de benchmarking interno

Também é importante se manter atento ao benchmarking que é feito com os processos internos. Isso porque há uma falha quando se olha apenas para o que está ocorrendo dentro da organização, fazendo com que o processo siga enviesado.

Enfim, como vimos, se usado da maneira correta o benchmarking é uma excelente ferramenta para o aprimoramento de processos e serviços de uma organização, e deve ser adotado como uma boa prática em todos os seus setores.

Então, gostou do nosso conteúdo sobre esse conceito da administração? Aproveite para curtir a nossa página no Facebook e fique por dentro de todos os nossos próximos conteúdos!

Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos