ENEM

8 exercícios para memória que vão te ajudar no Enem

Ana Flávia da Fonseca
22-06-2018 9:25

Quanto mais se aproxima a data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), meio para o ingresso nas principais universidades do país, mais aumenta a tensão e a ansiedade dos estudantes. A influência desses sentimentos está, principalmente, na grande quantidade de tópicos que precisam estar na ponta da língua no dia do teste. Se você está com dificuldades, não se desespere. Existem alguns exercícios para memória que podem ser a solução para o seu problema.

Pensando nisso, criamos este post com oito exercícios simples que poderão transformar o modo como você retém informações. Com atitudes fáceis, será possível estimular o cérebro e se divertir ao mesmo tempo. Vamos lá?

8-exercicios-para-memoria-que-vao-te-ajudar-no-enem

1. Memorize cenas

Ao longo do dia, quando se deparar com um quadro, uma fotografia ou uma vitrine, reserve 30 segundos para memorizá-los. Procure captar todos os detalhes que compõem a imagem. Feito isso, se afaste e anote em um papel tudo o que conseguir lembrar, com o máximo de informações possíveis: objetos, cores, posições, roupas, tamanho de itens e formato da obra.

Além de divertida, essa tarefa ajuda bastante na hora de memorizar fórmulas e teorias. Isso acontece porque você exercita a mente o suficiente para que ela se mantenha em plena forma no dia da prova.

2. Faça cálculos mentais

Para deixar o cérebro mais rápido e ágil, tente resolver operações matemáticas simples o mais rápido possível. Enquanto caminha ou faz seu percurso de ônibus, procure somar, diminuir, multiplicar e dividir os números que aparecerem em seu caminho. Você pode fazer isso com placas, cartazes, anúncios... Use a criatividade e coloque a cabeça para funcionar!

Apesar dessa tarefa parecer muito fácil em relação às provas do Enem, ao estimular a sua mente de forma constante, ela estará preparada para resolver cálculos mais difíceis. Torne essa prática um hábito e espere bons resultados com os números.

New Call-to-action

3. Relembre o dia

Um dos exercícios para memória mais fáceis pode ser feito antes de dormir. Feche os olhos e relembre todos os acontecimentos do seu dia. Você pode voltar até o momento em que acordou, escovou os dentes, lembrar o que comeu no café da manhã, como estava o caminho para a escola, os assuntos que estudou, as pessoas que encontrou e as roupas que elas estavam usando.

O objetivo de relembrar o dia é treinar o seu cérebro para memorizar a maior quantidade de informações possíveis. Com o tempo, você se acostumará com a atividade e ela fará parte de sua rotina.

4. Grave citações

Memorizar citações é uma forma não só de exercitar a mente, mas de ampliar o seu vocabulário para a redação da prova. A atividade consiste em tentar gravar frases, citações de personagens históricos e teorias.

Para lhe ajudar, separe um caderno em que você possa anotar conceitos importantes e recorrer a eles constantemente. Assim, além de estimular a memória, você terá um resumo dos conteúdos mais importantes que aprender para facilitar ainda mais os seus estudos.

Além disso, ao se deparar com questões futuras em que você deve relacionar pontos de vista e se posicionar criticamente, será fácil mobilizar todo o conteúdo estudado. Experimente!

5. Faça jogos de concentração

Quebra-cabeças e jogos da memória também podem ser importantes exercícios. Eles serão seus aliados na hora de preparar o seu cérebro para lembrar dos assuntos estudados. Lembre-se que resultados incríveis serão alcançados apenas por meio da prática.

Os jogos estimulam à concentração e treinam a mente para fazer a associação de imagens. Sudoku, jogos de cartas, dominó e palavras-cruzadas também provocam o mesmo efeito. Quem disse que não é possível aprender se divertindo?

6. Aprenda a tocar um instrumento musical

8-exercicios-para-memoria-que-vao-te-ajudar-no-enem

Aprender um instrumento musical significa desenvolver habilidades motoras específicas e a coordenação necessária para usar as duas mãos de forma simultânea. Caso não domine nenhum instrumento ainda, o nível de conhecimento adquirido será muito maior, uma vez que o seu cérebro fará inúmeras conexões para se familiarizar com o universo da música.

Aproveite para se divertir enquanto reproduz as suas canções favoritas. O melhor de tudo é que, ao fazer isso, você também estará se preparando para a prova que marcará a sua entrada na universidade.

Você sabia que crianças que passaram por essa experiência desde muito novas apresentam um quociente de inteligência (QI) mais elevado que as outras? Essas informações são de uma pesquisa realizada pela York University e pelo Royal Conservatory of Music de Toronto.

7. Invista em uma nova língua

Aprender um novo idioma retarda o envelhecimento da mente e estimula diversas partes do cérebro. O amplo vocabulário, as regras próprias da gramática, a pronúncia e todas as demais experiências proporcionadas pela nova língua beneficiarão a sua capacidade de reter informações.

Além disso, como o Enem possui questões de língua estrangeira — inglês e espanhol — , esse aprendizado será extremamente útil para o seu desempenho. Isso sem contar, ainda, com a preparação para o mercado de trabalho e para o entendimento de diversos textos que até agora não foram traduzidos, mas que poderão enriquecer a sua formação.

Ainda não se convenceu que essa é uma boa ideia? De acordo com um estudo da Universidade de Chicago, pessoas bilíngues tomam melhores decisões financeiras.

8. Tenha novas experiências todos os dias

Pequenas mudanças na rotina constituem também perfeitos exercícios para memória. Isso porque, ao romper com o automatismo das tarefas diárias, ficamos mais atentos e ativamos as partes da mente responsáveis por armazenar experiências.

Separamos, a seguir, algumas mudanças que você pode experimentar. Confira:

  • Experimente trajetos diferentes para a escola ou outros compromissos;
  • Escove os dentes com a mão que você não costuma usar;
  • Leia e confira as horas de forma espelhada;
  • Faça algumas tarefas, com segurança, de olhos fechados, tais como tomar banho e arrumar a cama.

Praticar exercícios para memória não é algo complicado. Apenas com uma dose de força de vontade e persistência, muitas das sugestões que apresentamos podem se tornar hábitos. Quanto mais você praticar, mais conseguirá se preparar para alcançar excelentes resultados. Memorize essas oito dicas e comece, agora mesmo, a desenvolvê-las!

Quer aprender mais dicas para lhe ajudar a se sair bem em seus próximos exames? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das nossas novidades!

New Call-to-action

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos