Educacao Fisica

7 habilidades necessárias para ser um profissional de educação física

Mariana Brito
08-08-2018 16:26

Além de gostar de esportes, o profissional de educação física necessita de inúmeras habilidades para se sair bem na profissão. Afinal, foi-se o tempo em que a atividade se restringia aos jogos de futebol, basquete ou vôlei, não é mesmo?

Atualmente, a Educação Física é fundamental na formação dos cidadãos. Ela é reconhecida como peça-chave na prevenção e tratamento de várias doenças e ainda na promoção da saúde, inclusive por meio da inclusão das atividades físicas nos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

E você, gostaria de se tornar um educador físico? Continue lendo este post e descubra sete habilidades que todo profissional da área deve ter, mas antes, veja se a profissão realmente está entre as suas prioridades. Vamos lá!

7-habilidades-necessárias-para-ser-um-profissional-de-educação-física-blog-unipê

Descubra quem é o profissional de educação física   

Sendo a prática de atividades físicas uma questão de saúde pública, o educador físico em formação vai se deparar, na graduação, com inúmeras disciplinas da área de saúde, como fisiologia, anatomia, ergonomia e ginástica laboral, biomecânica, ética, entre outras.

Assim, o estudante precisa ter uma sintonia com as disciplinas biológicas, além de gostar de praticar diferentes tipos de esportes. Afinal, ele vai ajudar na formação de inúmeros atletas, sem falar na atuação em recreação, personal trainer, com pessoas da terceira idade ou crianças. O leque é bem amplo!

Basicamente, o profissional de educação física deve agir pela promoção e desenvolvimento de atitudes éticas que contribuam com a autonomia intelectual. O constante aprimoramento é essencial, sem falar no amor pelos seres humanos.

Habilidades necessárias para a prática da profissão

Depois de conhecer um pouco do perfil do educador físico, confira as sete habilidades necessárias para se tornar um profissional de educação física!

1. Competência pedagógica e técnica

Como inúmeros profissionais de educação física seguirão a carreira de docente, nada melhor do que uma formação plena em conceitos pedagógicos, visando sempre a excelência na formação dos alunos.

A pedagogia é necessária para o profissional ministrar boas aulas e também treinamentos atrativos que despertem a motivação e o entusiasmo dos alunos. Além disso, a competência pedagógica e a técnica contribuem para fortalecer o desenvolvimento dos estudantes.

Afinal, muitos deles vêm no professor de educação física um espelho de liderança que se assemelha a um pai ou mãe, ou seja, a responsabilidade é enorme e demanda muito estudo para que se reverta em uma formação plena.

Baixar ebook

2. Bom relacionamento interpessoal

Seja na academia, na escola, no centro poliesportivo, na casa de um aluno, no parque da cidade ou em um campo de futebol: o profissional de educação física sempre lidará com seres humanos.

Por isso, é imprescindível ter um bom relacionamento interpessoal. Afinal, imagine um educador físico antipático diante de 30 alunos, ou que não goste de destinar boas dicas em uma orientação durante um exercício anaeróbico. Como ficaria a sua reputação? Ele seria bem avaliado por quem paga o seu salário?

Portanto, observe se você é uma pessoa sociável, que gosta de gente e que interage com os outros facilmente. Essas são habilidades importantíssimas na prática da profissão.

Fora isso, o relacionamento com os outros profissionais, o famoso networking, também é uma necessidade para o educador físico. Isso porque a troca de experiências e conhecimentos contribui para novos avanços. Além disso, um amigo da área pode ser o contato para aquele emprego tão sonhado.

3. Boa apresentação pessoal      

Longe do conceito de beleza, o profissional de educação física precisa sempre manter uma boa aparência no sentido de apresentação pessoal.

Como atua com estética, movimento e saúde, o educador físico deve ser o exemplo, com roupas adequadas — sempre em um ótimo estado de limpeza —, sem deixar a vulgaridade falar mais alto. Afinal, trata-se de um líder frente a diferentes tipos de pessoas.

4. Excelente comunicação      

A comunicação é outro ponto-chave do profissional de educação física. Como ele será responsável pelo ensino de posições, regras, métodos de brincadeiras, e ainda se tornará influência para destinar motivação em momentos de crise dos alunos ou atletas, a fala deve sempre ser objetiva, clara e direta.

O bom uso da Língua Portuguesa ajuda na persuasão e faz com que os orientados aprendam melhor, evitando, assim, lesões ou situações de risco na prática das diferentes atividades físicas.

Outro ponto essencial é que a comunicação também contribui nas apresentações de projetos e nas aulas ao ar livre. Afinal, sempre é preciso estimular o desenvolvimento esportivo de quem está em busca de novas metas.  

5. Criatividade e investimento em equipamentos

7-habilidades-necessarias-para-ser-um-profissional-de-educacao-fisica

Quem não se apega à criatividade corre o sério risco de se transformar em um profissional de educação física limitado e que recebe inúmeras críticas de alunos e pais. Imagine se em todas as aulas os estudantes receberem uma bola de futebol de salão e um apito. Chato, não é?

O bom educador físico vai bem além do que incentivar o esporte mais praticado no Brasil. Ele cria técnicas diferenciadas, estimula a prática de novos esportes, destina palestras ou traz convidados para falar sobre assuntos variados, incentiva a cidadania e ainda faz com que os alunos vejam na atividade física um grande meio de qualidade de vida.

Assim, com criatividade, é possível diversificar as práticas, ensinando dança, crossfit, badminton, brincadeiras diversas que estimulem os movimentos e trabalhem a coordenação motora, sem falar nos esportes mais praticados no Brasil.

O investimento em equipamentos também é fundamental, pois eles contribuem com a qualidade das aulas, trazendo melhores resultados e mais estímulo.

6. Ética

De nada adianta um profissional de educação física pregar a não violência em suas aulas e se envolver em brigas nas noitadas da vida. O educador físico deve sempre agir pela ética, sendo o exemplo.

Ao incentivar o jogo limpo, tem que jogar da mesma forma. Ele tem que respeitar os alunos e alunas, mantendo as famosas cantadas longe de seu vocabulário. A ética é fundamental na prática da profissão, tendo em vista que é preciso o contato corporal no auxílio de muitos movimentos, ou seja, o respeito deve sempre vir em primeiro lugar.

Sendo um líder dentro e fora das quadras ou academias, o educador físico deve privar pelas boas ações, ser um cidadão do bem e, por meio do esporte, indicar o caminho da busca constante pela qualidade de vida.  

7. Boa formação universitária e em pesquisa

Para se transformar em um profissional de educação física diferenciado, nada melhor do que cursar uma faculdade de renome na área. Afinal, existem muitos cursos não autorizados pelo Ministério da Educação (MEC) que podem levar você a perder grandes quantias em dinheiro.

Ao ingressar em uma universidade que tenha credibilidade, a dica é investir em pesquisa, como na área de iniciação científica. Além da possibilidade da conquista de bolsas de estudo, você poderá se destacar ainda mais na área, descobrindo novas abordagens que possam contribuir com o desenvolvimento da humanidade.

Por isso, o profissional de educação física está sempre em movimento, como a profissão cobra em todas as suas áreas de atuação.

E você, está preparado para cursar educação física? Ou ainda tem dúvidas quanto à profissão que seguirá? Quer se manter atualizado sobre as diferentes profissões? Então curta agora mesmo a nossa página no Facebook!

Baixar ebook

Recém adicionados

Veja nossas últimas atualizações
Materiais Gratuitos