BLOG DA GRADUAÇÃO

7 filmes para inspirar o futuro gestor de recursos humanos

Muitas vezes, as nossas obrigações com as atividades da faculdade, do trabalho ou estágio e compromissos pessoais acabam limitando o tempo que temos para estudar mais afundo sobre as atividades da profissão que nós escolhemos, não é mesmo?

Tão importante quanto concluir os afazeres é dar um tempo nos compromissos para descansar e recarregar as baterias. Mas você sabia que é possível unir o útil ao agradável? Você pode aprender muito sobre as atividades de um gestor de recursos humanos enquanto assisti a um filme, por exemplo. Para facilitar, preparamos uma lista de 7 bons filmes que irão te fazer enxergar a gestão de Recursos Humanos com outros olhos. Prepare a pipoca, sente no sofá e ação!

Filmes para gestor de recursos humanos

Os Vingadores – The Avengers (2012)

Começamos a lista com um grande blockbuster que se tornou um fenômeno no mundo inteiro. Em Os Vingadores, temos o líder de uma organização internacional, Nick Fury (Samuel L. Jackson), tentando fazer com que os heróis mais poderosos da terra, mesmo com suas individualidades, egos e limitações, trabalhem equipe.

Por que é inspirador?

Atividades de recrutamento e seleção de candidatos fazem parte do cotidiano de um profissional de recursos humanos e o filme aborda esse aspecto de maneira magistral. Na realidade, o filme é a sequência dos filmes solos dos principais personagens e lida durante toda a trama com a dificuldade de se escolher as pessoas certas para os trabalhos e, ainda, fazer com que os selecionados sejam eficientes trabalhando juntos em busca do mesmo propósito. Familiar, não é?

Moneyball – O Homem que Mudou o Jogo (2012)

É comum listas como essa ter um filme sobre o mundo dos esportes. Geralmente é a história de um treinador que consegue, por meio da motivação, transformar um grupo de atletas descreditados em um time vencedor. O ponto forte de O homem Que Mudou o Jogo é, justamente, fugir um pouco desse clichê. O longa, estrelado por Brad Pitt, mostra a história real do gerente do Oakland Athletics, um time de baseball com poucos recursos financeiros.

Por que é inspirador?

No filme, o protagonista da história, ciente das limitações financeiras do seu clube, elabora um sofisticado sistema de estatísticas para contratar novos atletas e montar uma equipe competitiva para o campeonato. Esse sistema avalia a característica que cada atleta monitorado possui de melhor e o faz ser exigido apenas por isso. Com isso, atletas ignorados por outros clubes acabam entrando no plantel do Oakland e conseguindo, enfim, se destacar no esporte.

Quem faz o curso de Recursos Humanos tem uma verdadeira aula de sinergia, administração de recursos e inovação ao assistir a este filme.

Happy Feet – O Pinguim (2006)

Nesta superpremiada animação, Mano (Elijah Wood) é um pinguim imperador que nasce em um ambiente onde todos são, por tradição histórica, ótimos cantores. Por ser totalmente desafinado, ele sofre descriminação por parte dos outros pinguins que não conseguem reconhecer o seu verdadeiro talento: o sapateado.

Por que é inspirador?

No filme, o ambiente de convivência em que Mano está inserido pode ser comparado ao de empresas com costumes arcaicos, que não se abrem para inovação e possui funcionários acomodados a executarem sempre as mesmas atividades há anos. Na estória, a comunidade passa por uma terrível crise e fica com o seu principal recurso (peixes) escasso. É por meio do talento e persistência do protagonista que todos se convencem de que é necessário se adaptar e aceitar novos processos para conquistar o sucesso coletivo. Happy Feet ensina valiosas lições sobre preconceito, inovação, sinergia e, de quebra, chama atenção para problemas ambientais.

Baixar ebook

Os Estagiários (2013)

Shawn Levy é um especialista em dirigir boas comédias. O tom leve com que faz seus filmes caiu como uma luva em Os Estagiários, filme que mostra a jornada de dois vendedores, Billy (Vince Vaughn) e Nick (Owen Wilson), que, ao perderem seus empregos, buscam o reinício de suas carreiras em um programa de estágio do Google.

Por que é inspirador?

Além de reconhecer o valor que um estagiário possui para uma empresa, o filme mostra que não há uma idade certa para iniciar uma carreira e todos, desde o funcionário mais novo ao mais velho, têm algo a colaborar. Por outro lado, ver a realidade do processo de seleção e gestão de Recursos Humanos de uma das maiores empresas da atualidade é, no mínimo, motivador.

O Diabo Veste Prada (2003)

Esse é um clássico! Com um elenco repleto de estrelas e uma grife super conceituada no título, esse filme nos apresenta a Andrea Sachs (Anne Hathaway), uma jovem que consegue emprego para ser assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), principal executiva da Runaway Magazine, uma importante revista de moda.

Por que é inspirador?

O emprego dos sonhos pode, às vezes, não ser exatamente como o esperado. Más influências no ambiente de trabalho, competividade entre funcionários e excesso de trabalho podem acabar interferindo diretamente em nossas vidas e nos tornar pessoas menos felizes.

O Diabo Veste Prada, além de lindo de se assistir, abre os nossos olhos para a importância de um bom clima organizacional para que a relação entre funcionários, independente de níveis hierárquicos, faça bem para todos, inclusive para a empresa.

Obrigado por Fumar (2006)

Nick Naylor (Aaron Eckhart) é o porta-voz oficial da associação de empresas de cigarros dos Estados Unidos. Responsável por defender e zelar pela imagem de uma indústria tão criticada, ele tem o seu trabalho questionado o tempo inteiro, chegando ao ponto de afetar a sua relação com o seu filho.

Por que é inspirador?

Apenas o dinheiro faz com que sejamos felizes em nosso trabalho? O personagem do filme se vê confrontado pelo papel que executa perante a sociedade, com a polêmica função de defender e promover a indústria do tabaco e o interesse de seu filho sobre o assunto.

Obrigado por Fumar apresenta dilemas como ética e trabalho apenas pelo salário que nos fazem refletir sobre o desafio dos gestores de recursos humanos em fazer com que os funcionários entendam os ideais da organização.

Clube da Luta (1999)

Clube da Luta conta a história de Jack (Edward Norton), um investidor de seguros que conseguiu conquistar uma vida confortável e segura com o seu emprego, mas que se cansa da vida medíocre e, ao conhecer Tyler Durden (Brad Pitt), muda completamente a maneira de viver.

Por que é inspirador?

Esse é um filme inspirador para a vida. Ele nos faz questionar o tempo todo sobre o que é realmente importante para nós e o que, de fato, nos faz feliz. Para um gestor de RH, o longa mostra que nem sempre o dinheiro é o fator mais motivador. É possível ter funcionários extremamente empenhados e proativos se aquilo que lhes é atribuído os faz, de alguma maneira, pessoas melhores e mais felizes.

Além de ser uma crítica ao sistema financeiro e ao consumismo, o filme apresenta uma visão única sobre processos de seleção e recrutamento, treinamento e desenvolvimento, e clima organizacional.

E aí, curtiu a nossa lista? Não se esqueça de voltar aqui e contar para a gente o seu aprendizado sobre cada um desses filmes!

Baixar ebook

Gestao de Recursos Humanos

Jane Kelly Batista Ramalho

Jane Kelly Batista Ramalho

Jane Kelly é organizada, determinada e muito responsável. Formou-se em 2011 pela Universidade Federal da Paraíba. É jovem e vibrou bastante quando conseguiu concluir o mestrado antes da data prevista. Atualmente é coordenadora do curso de Ciências Contábeis e Gestão de Recursos Humanos no Unipê. É apaixonada por seus estudos, sua carreira e handebol de quadra.