BLOG DA GRADUAÇÃO

7 diferenças entre Design de Interiores e Arquitetura que você deve conhecer

Postado por Pablo Nogueira

A escolha de uma carreira é uma etapa delicada. Afinal, são muitas opções possíveis e algumas, em alguns casos, até muito parecidas. Este é o caso das faculdades de Design de Interiores e Arquitetura. Por possuírem muitas disciplinas em comum e atuarem em âmbitos bem parecidos, é normal que uma certa confusão seja gerada quando consideramos estes dois caminhos.

Só que estes dois cursos são bem diferentes. Para começar, Arquitetura é mais longo e abrange conhecimentos relacionados a urbanismo e construções. Enquanto isso, Design de Interiores, como o próprio nome já diz, foca no interior, na confecção e arranjo de mobília e iluminação.

Existem mais diferenças que podem fazer com que você consiga decidir qual destes dois caminhos quer seguir.Quer saber tudo sobre Design de Interiores e Arquitetura? Então confira 7 diferenças entre estes cursos:

Diferenças entre Arquitetura e design de interiores

1. Grade curricular

Em geral, os estudantes têm dificuldades em distinguir as diferenças entre Design de Interiores e Arquitetura porque os dois cursos possuem muitas disciplinas em comum. Algumas delas como: Conforto Ambiental e Oficina de Desenho, por exemplo, estão presente na matriz curricular dos dois cursos. Porém, por ser mais longo e mais abrangente, o curso de Arquitetura inclui disciplinas como Restauração e Revitalização, Tecnologia da Construção e Topografia. Já o curso Design de Interiores possui disciplinas dedicadas ao planejamento de ambientes e mobília, como Projeto de Interiores e História do Mobiliário. Deu para perceber as diferenças?

2. Foco

Um dos pontos mais importantes que difere Design de Interiores e Arquitetura diz respeito ao foco do curso.  Design de Interiores é um curso com foco no aspecto decorativo, visando a estética e a funcionalidade dos mais diversos ambientes. Já Arquitetura é um curso abrangente que aborda arte, urbanismo, construção, planejamento urbano, paisagismo, entre outros. Se você sabe que deseja trabalhar nessa área, a escolha por um curso de Design de Interiores garante que você vá direto ao ponto em sua carreira.

3. Ambiente de atuação

Uma maneira fácil de diferenciar o que faz um designer de interiores e um arquiteto é pensar que este segundo atua com a parte externa de uma construção, enquanto o primeiro foca no interior. Quem se forma em Arquitetura é capaz de trabalhar com projetos de construções de edifícios e demais tipos de obras. Já quem faz faculdade de Design de Interiores trabalha com a criação de móveis personalizados conforme as necessidades do ambiente, iluminação personalizada, gerenciamento de mobília e acessórios, decoração interna e muito mais.

Tudo que você precisa saber sobre a carreira de Design de Interiores - UNIPE  

4. Duração dos cursos

Uma grande vantagem competitiva para aqueles que optam pelo curso de Design de Interiores é o tempo de formação do tecnólogo. Diferente do curso de Arquitetura, que por ser uma graduação dura em média 4 a 5 anos, com o curso de Design de Interiores por ser um tecnólogo, o aluno consegue se graduar em até 2 anos e mergulhar de cabeça no mercado de trabalho.

5. Responsabilidade legal

Embora o designer de interiores não possa propor, por exemplo, demolição e erguimento de paredes, atribuições do arquiteto, ambos os profissionais podem e devem trabalhar juntos na prevenção de acidentes durante o desenvolvimento de projetos.

6. Oportunidades no mercado

As oportunidades de emprego para quem se forma em Design de Interiores e Arquitetura variam conforme o mercado, em especial o de construção civil. Geralmente, os design de interiores são procurados para mobiliar ambientes de edifícios logo que são construídos, empregados por escritórios de arquitetura ou incorporadoras. Já quem se forma em Arquitetura pode aproveitar oportunidades por meio da sempre constante demanda das cidades brasileiras por projetos de habitação, infraestrutura e mobilidade.

7. Contato com outros profissionais

Dependendo de qual carreira você escolher, os tipos de profissionais com os quais você terá que lidar será diferente. Um designer de interiores precisará trabalhar com arquitetos, pedreiros, marceneiros, pintores, entre outros. Já um arquiteto acaba lidando com esferas de atuação diferentes dependendo do tipo de projeto com o qual está associado, mas invariavelmente são pessoas que atuam em construção civil, engenharia e urbanismo. E, claro, designers de interiores.

Já se decidiu sobre qual caminho vai seguir? Design de Interiores ou Arquitetura? Conte para a gente nos comentários a seguir!

Tudo que você precisa saber sobre a carreira de Design de Interiores  



Arquitetura e Urbanismo, Design de Interiores

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Pablo é de Porto Alegre, Arquiteto com especialização em Gestão Educacional e mestre em Design pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Foi em sua passagem pela Universidad de La República em Montevideo, Uruguay, ainda durante a graduação, que o docente se apaixonou pelas metodologias de ensino e aprendizagem dentro da Arquitetura, e passou a trilhar o caminho que, para ele, teria sido natural. Atualmente, Pablo Nogueira é o coordenador dos cursos de Design de Interiores e Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê.