BLOG DA GRADUAÇÃO

5 tendências e novidades na Arquitetura

Postado por Pablo Nogueira

Fazendo uma comparação da Arquitetura com o mundo da moda: o tempo todo novas tendências são criadas. Algumas mudanças se referem somente à estética das construções, enquanto outras podem mudar - completamente - a forma como nos relacionamos com o ambiente.

Ou seja, as novidades na Arquitetura são constantes. Provavelmente, hoje, mais de uma centena de novas soluções serão criadas, entre produtos e materiais. Tendo isso em mente, continue a leitura e descubra o que o mercado tem apresentado de novo!

5-tendencias-e-novidades-na-arquitetura.jpg

1. Arquitetura sustentável

A arquitetura sustentável, provavelmente, veio para ficar, visto que ela supre muitas das nossas necessidades contemporâneas. Primeiramente, há uma grande preocupação com a sustentabilidade. Por isso, muitos arquitetos têm pensado além.

A definição de sustentabilidade é baseada em três elementos: meio ambiente, economia e impacto social. Por isso, um projeto arquitetônico tem de ir além da minimização dos impactos no meio ambiente (elemento ambiental), eles buscam também promover o desenvolvimento social e cultural (elemento social), mantendo-se viáveis economicamente (elemento econômico).

Por exemplo, no Centro Sul, há uma iniciativa bastante interessante de construção de casas populares construídas com tijolos feitos com garrafas PET recicladas. Esse material diminui a exploração dos recursos naturais, retira o plástico do meio ambiente e ainda é viável sócio e culturalmente!

Outra vertente interessante da Arquitetura Sustentável é a busca de integrar o homem urbano novamente à natureza. As pessoas têm buscado lugares longe da cidade, logo a alternativa seria trazer a natureza para a cidade, para dentro das casas e dos apartamentos.

Com isso, são criados maravilhosos jardins verticais em vigas e pilares de construções comerciais, ou então, em andares inteiros dedicados a jardins para a interação social junto à natureza. Nas residências, tem se apostado no uso de claraboias para aproveitar a iluminação natural e na criação de pomares internos para que as pessoas possam cultivar os alimentos orgânicos.

2. Pequenos espaços otimizados

No boom da Arquitetura dos anos 20 aos anos 70, o mote era: quanto maior melhor. Porém, após a década de 90, os espaços nas grandes cidades ficaram cada vez menores. Então, apartamentos grandes e espaçosos foram dando lugar a residências menores, mas bem divididas e com um design arrojado para compensar a falta de espaço.

Os lofts - pequenos galpões sem divisão de cômodos - são uma tendência forte nos circuitos da Arquitetura. Afinal, o morador ganha muito mais espaço, pois será a própria decoração da residência que fará a divisão entre os cômodos, deixando-o livre para dividir o espaço da forma que melhor lhe convier.

Os apartamentos pequenos também são onipresentes. Então, as divisões são aproveitadas ao máximo, gerando uma ideia de Arquitetura Funcional. Tudo que puder ser acrescentado para otimizar o uso do espaço será utilizado. Então, curvas e cantos inutilizáveis são evitados, pois não se adequam bem aos móveis.

3. Construções pré-moldadas

O nosso modelo atual de construção privilegia os projetos definitivos. Porém, há uma tendência da Arquitetura em que as estruturas como paredes e fundações já vêm prontas e são somente montadas no local da residência. A grande vantagem: não serão necessárias grandes obras quando você desejar expandir.

Esse tipo de construção aceita facilmente que novos cômodos e áreas sejam acrescentados conforme a necessidade do cliente. Fazendo uma comparação bem distante, é como se estivéssemos uma grande peça de LEGO.

Então, na hora de expandir, não será necessária uma grande obra na residência. Com um ou dois dias, é possível instalar as novas estruturas sem afetar significativamente o dia a dia dos moradores.

Baixar ebook

4. Serendipidade

Hoje em dia, muitos arquitetos não querem mais ambientes muito planejados, que dão um ar de impessoalidade ao espaço. Pelo contrário, a grande aposta é na serendipidade, que são simplesmente as descobertas feitas por acaso.

Ou seja, para fazer um projeto original, o arquiteto garimpará materiais e objetos em galpões de materiais de segunda mão, em feiras locais, etc. Assim, ele será capaz de criar um ambiente único com a cara do cliente.

Além disso, na serendipidade, todos os materiais de uso comum da casa podem ser reutilizados: garrafas de vinho podem virar de arranjos até paredes! O limite será a criatividade do arquiteto!

5. FUN architecture

Outra novidade interessantíssima da Arquitetura atual é o uso de elementos divertidos. Inspirados nas instalações artísticas contemporâneas, que mudaram o conceito de arte, os arquitetos perceberam que podem também evocar o bom humor com as suas construções!

Afinal, a Arquitetura sempre foi vista como uma coisa muito séria, não é mesmo? Com este novo movimento, os arquitetos utilizarão elementos surreais para criar. Por exemplo, já vimos alguns deles fazendo projetos de casas tortas, coloridas e, até mesmo, casas na árvore!

Você pensa que eles estão voltados para o público infantil? Não mesmo! Todas essas construções foram criadas para o público adulto, são residenciais, museus e, mesmo, escritórios de importantes empresas multinacionais.

A importância das tendências e novidades na Arquitetura para a formação do profissional

A Arquitetura pode ser surpreendente. Como no mundo da moda e das artes, ela dá abertura para a criatividade humana agir sem limites. Ao contrário de áreas mais conservadoras, como a Engenharia, você, no momento de pensar o projeto, poderá ir muito além das fórmulas (que são essenciais para o arquiteto). Você poderá, portanto, explorar todo o conteúdo da sua imaginação para criar inovações que podem revolucionar a Arquitetura.

Para as mentes abertas e criativas, que desejam criar novas soluções e mudar a forma como o homem se relaciona com o seu meio, a Arquitetura é a área ideal. Poucas pessoas pensam a respeito, mas o estilo do ambiente em que vivemos muda a nossa mente.

Há uma vertente muito forte nesta área que investiga essas influências e você, como futuro arquiteto, precisará começar a pensar sobre isso. Não é desafiador e extremamente interessante essa possibilidade? Por isso, você deverá estar sempre antenado nas novidades e nas tendências, que estão em constante mutação.

Se você gosta de inovação e empreendedorismo, esse é o curso ideal! Você poderá tanto trabalhar na linha de frente, criando novas tendências, novos objetos e materiais, quanto colocar a mão na massa, utilizando as novidades para elaborar projetos cada vez mais arrojados.

É realmente um mundo fascinante com muito a ser explorado. Quando você conhece a fundo as novidades e tendências da Arquitetura, é impossível não se apaixonar. Se você gostou do nosso post e quer saber mais sobre o assunto, não deixe de curtir a nossa página no Facebook!

Baixar ebook

Arquitetura e Urbanismo

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Pablo é de Porto Alegre, Arquiteto com especialização em Gestão Educacional e mestre em Design pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Foi em sua passagem pela Universidad de La República em Montevideo, Uruguay, ainda durante a graduação, que o docente se apaixonou pelas metodologias de ensino e aprendizagem dentro da Arquitetura, e passou a trilhar o caminho que, para ele, teria sido natural. Atualmente, Pablo Nogueira é o coordenador dos cursos de Design de Interiores e Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê.