BLOG DA GRADUAÇÃO

5 funções que o gestor financeiro pode exercer

Postado por Bruno Soares de Abreu

Uma empresa, por mais inovadora e fundamental que seja para as pessoas e para a sociedade no geral, dificilmente sobreviverá sem uma gestão eficiente dos seus processos financeiros. Dessa maneira, a área de finanças acaba sendo primordial na formulação da estratégia das empresas e do seu crescimento como um todo.

Porém, mesmo sabendo de sua necessidade, muitas pessoas ainda têm dúvida no que de fato faz um gestor financeiro. Ele é uma espécie de consultor financeiro? Ou possui as mesmas atribuições de um Administrador? Hoje, elencaremos aqui, as suas principais funções. Acompanhe com a gente:

Funções do gestor financeiro

Aplicar estratégias de precificação

Para criar uma estratégia de precificação correta, o gestor financeiro precisa considerar inúmeras variáveis como: preço de venda, custos associados ao produto, valor da marca, investimentos e muito mais.

Basicamente, existem três formas de precificação: uma baseada em custos, outra na concorrência, e uma terceira ainda baseada na demanda. Conhecer cada uma dessas estratégias e saber o momento correto de utilizá-la é uma das mais importantes funções de um gestor financeiro.

Fazer a gestão de custos

Uma boa gestão de custos é o que garante o sucesso financeiro de uma empresa. E, para isso, o gestor financeiro precisa ter domínio das técnicas de apuração de custos, estudar as informações sobre a rentabilidade da empresa e acompanhar de perto o desempenho das diversas atividades da organização.

A gestão de custos auxilia o gestor financeiro na hora de criar um planejamento mais acertado. Afinal, ela é a base dos processos de estimativa, orçamento e tomada de decisões.

Avaliar o volume de participação de mercado

A participação de mercado, ou market share, é uma importante função desempenhada pelo gestor financeiro. Por meio dela, o gestor faz uma análise profunda sobre o mercado em que determinada empresa está inserida e avalia a sua força e dificuldades enfrentadas.

As vantagens competitivas do tecnólogo em Gestão Financeira - UNIPE

 Além de avaliar forças e fraquezas, com o market share, o gestor financeiro consegue mensurar o crescimento de produtos no mercado, descobrir nichos individualizados, identificar tendências de planejamento e muito mais.

Realizar o planejamento tributário

O planejamento fiscal, ou tributário, é uma excelente forma de minimizar os custos fiscais de uma empresa. Essa atividade, além de respeitar as obrigações fiscais, exige que o gestor conheça, analise, estude e verifique todas as formas existentes de tributação para, em seguida, criar um plano de redução do pagamento de tributos, buscando a maior economia possível em termos de taxas e impostos dentro da empresa.

Fazer a gestão de complexidade

Para simplificar os modelos de negócios e estruturas dentro das organizações, o gestor financeiro utiliza da gestão de complexidade para fazer a gestão estratégica da empresa em mercados competitivos. Em outras palavras, o que o gestor financeiro faz é aumentar a transparência de custos, respondendo de forma mais efetiva às exigências regulatórias do mercado.

Gostou de saber um pouco mais sobre as funções do gestor financeiro? Está cursando Gestão Financeira e quer acrescentar outras atribuições desse importante profissional? Compartilhe conosco suas ideias, deixe um comentário!

As vantagens competitivas do tecnólogo em Gestão Financeira - UNIPE

Gestao Financeira

Bruno Soares de Abreu

Bruno Soares de Abreu

Bruno Soares é graduado em Economia pela Universidade Federal de Campina Grande pela UFCG, Doutor em Recursos Naturais pela UFCG. Especialista em Gestão e Análise Ambiental, Economia e Desenvolvimento Sustentável e Gestão da Agroindústria Sucro-Alcooleira. Por ser extremamente dinâmico, atualmente, Bruno é coordenador dos cursos de Gestão Financeira e Gestão Ambiental no Unipê.