BLOG DA GRADUAÇÃO

5 dicas para quem quer empreender no mercado de moda

Postado por Victoria Fernandez

O mercado de moda, assim como o de design de interiores, por exemplo, é movido a novidades. Ele movimenta cerca de R$ 150 bilhões de reais em nosso país, sendo 15 bilhões relativos ao e-commerce nacional e internacional. Além disso, estima-se que hoje existem cerca de 800 mil pequenas empresas ligadas ao varejo de moda no Brasil.

Esses números mostram que esse mercado é muito promissor e ideal para quem deseja empreender. Afinal, a quantidade de nichos e segmentos ainda pouco explorados é grande, o que favorece aos profissionais recém-formados em Design de Moda.

Veja, a seguir, algumas dicas que preparamos especialmente para aqueles que querem entrar nesse setor com o seu negócio próprio. Acompanhe:

Dicas para empreender no mercado de moda!

Conheça muito bem o seu público

A maioria dos empreendedores tem o equivocado pensamento de primeiro criar um produto e depois saber se ele se encaixa na vida das pessoas. Em alguns mercados, pode ser até que isso funcione, porém, o ideal mesmo é que você se aprofunde o máximo possível em um determinado público e assim identifique uma lacuna que pode ser preenchida.

A máxima de muitos empreendedores é criar produtos e serviços que poderão mudar a vida das pessoas para melhor. Um exemplo disso é o número de startups que vêm investindo a cada dia mais em tecnologias sustentáveis que aperfeiçoam e personalizam a experiência do usuário e consumidor em geral. Por isso, o primeiro passo para um empreendimento de sucesso no mercado de moda é conhecer profundamente o público em que deseja atuar e assim criar produtos e serviços direcionados a eles.

Não tenha medo de ousar

O mercado de moda, por exigir um número muito grande de novidades e inovações, permite que o recém-formado em Design de Moda utilize toda sua criatividade para criar novos produtos, serviços e até mesmo nichos. Por isso, não tenha medo de ousar! Desde o início da faculdade anote todas as suas ideias — das mais loucas até as mais tradicionais — e converse sobre elas com as pessoas.

Guia prático para os futuros estudantes de Design de Moda

Peça dicas e opiniões aos seus professores e profissionais, planeje e faça protótipos, e comunique com pessoas de diferentes áreas e cursos. A interdisciplinaridade é uma tendência muito forte nos dias de hoje, então, não perca essa chance! O mais importante no empreendedorismo é agir.

Invista em nichos pouco explorados

Se você quer criar um empreendimento em pouco tempo, mas com máxima eficiência, o caminho ideal é investir em nichos pouco explorados. Nichos como o de gestante, o de plus size, o de brechó, o de streetwear e o de moda sustentável comprovam o quanto o mercado de moda é promissor.

Esses públicos geralmente possuem características e hábitos de compra bem definidas. Por isso, investir neles pode ser a melhor saída para quem deseja atuar em um mercado que está em constante crescimento.

Preze por produtos e serviços de qualidade

O mais legal do empreendedorismo é que nem sempre ele está relacionado com a criação de um negócio do zero. Pelo contrário, muitos dos mais brilhantes negócios existentes hoje nasceram de uma ideia que já existia. Nesse sentido, na hora de empreender, é interessante adaptar um produto ou serviço à realidade do seu consumidor. Isso significa que você vai precisar investir muito em pequenos diferenciais. Por exemplo, um e-commerce que permite uma prova online, ou uma loja física que produz estampas ou vestimentas sob medida.

Com a globalização, os consumidores têm a seu dispor inúmeras possibilidades, o que acabou os tornando extremamente exigentes em relação às suas compras. Por isso, para se destacar, você vai precisar ter produtos e serviços impecáveis, que ofereçam muito mais do que apenas um bem de consumo. Seu maior desafio será criar experiências memoráveis que façam com que seus consumidores amem seus produtos e serviços.

Nunca desista no primeiro erro

No empreendedorismo, o erro é um dos maiores aprendizados. Por isso, não tenha nunca medo de errar, e nem pense em desistir quando a sua primeira ideia não der certo. O mercado é assim mesmo, exige que você aposte em suas ideias sem ter a certeza de que elas darão retorno financeiro.

Todo empreendimento tem uma margem mínima de tempo para gerar lucro para seus gestores. Logo, a persistência deve ser uma das principais características de quem deseja empreender no mundo da moda.

Você tem um perfil empreendedor? Quer se dar bem no mercado da moda? Veja mais 10 valiosas dicas para você ter sucesso nesse setor!

Guia prático para os futuros estudantes de Design de Moda


Design de Moda

Victoria Fernandez

Victoria Fernandez

Victoria é natural da Argentina e se diz muito apegada à sua raiz. Veio para Recife com os pais aos 8 anos de idade e lá se graduou em Design de Moda pela Faculdade Boa Viagem – FBV e se tornou mestre em Design pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, onde passou a pesquisar a relação: Moda e Fabricação Digital no contexto Fab Lab.

MAIS LIDOS