BLOG DA GRADUAÇÃO

3 motivos para investir no curso de Redes de Computadores

A demanda do mundo corporativo é cada vez maior por conexões entre computadores, tanto internamente quanto entre filiais e parceiros de negócios geograficamente distantes. Há algumas décadas, as redes de computadores são as frentes tecnológicas que mais recebem investimentos das organizações. Nesse contexto, os profissionais que atuam com redes vêm assumindo um papel de protagonista nesse cenário.

Neste post, listamos três fortes razões para você investir em um curso de Redes de Computadores. Acompanhe para entender!

redes de computadores

1 - O poder da Internet das Coisas

Você já ouviu falar na Internet das Coisas (Internet of Things)? É uma tendência tecnológica que vem ganhando cada vez mais força. Ela descreve a conexão dos mais variados objetos com a web por meio de sensores, aplicativos e dispositivos em rede. De acordo com relatório do Instituto McKinsey Global, o poder da “IoT” é tão grande que, até o final de 2015, ela deve movimentar um montante que vai de $5 e $7 trilhões em todo o mundo.

O boom de objetos conectados exige uma gestão de redes mais especializada, uma vez que aspectos como segurança da informação, disponibilidade e qualidade de conexão são fundamentais neste processo. É necessária a criação de redes distintas para isolar e melhor administrar os objetos conectados, evitando riscos. Se o mercado de IoT cresce exponencialmente, também crescerá o número de pessoas mal intencionadas querendo tirar proveito dele, ou seja, querendo explorar as vulnerabilidades deixadas pelo excesso de “coisas” conectadas e suas respectivas redes.

Baixar ebook

 

2 - Déficit de profissionais de TIC

Outro forte motivo para você se especializar em redes de computadores é a quantidade de oportunidades existentes no mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). De acordo com a Cisco, uma das maiores potências tecnológicas do mundo, há hoje no Brasil uma lacuna de 117.200 trabalhadores especializados em redes e conectividade.

Diante disso, é plausível imaginar que as oportunidades de colocação profissional e de crescimento na carreira são imensas, mas só poderão ser ocupadas por pessoas altamente qualificadas e preparadas para os desafios.

3 - Redes de computadores são cada vez mais demandadas no Brasil

De acordo com a consultoria IDC, o mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação deve crescer 5% em 2015 na comparação com 2014, mesmo com a estabilidade da economia. A estimativa é que sejam movimentados mais de R$ 430 bilhões no período.

Neste bolo de oportunidades, algumas generosas fatias serão divididas entre os profissionais de redes de computadores; somente o cargo de analista de segurança da informação, por exemplo, deve ter um crescimento de 4,3% em relação a 2014.

Empresas de todos os portes, de startups a grandes players, precisarão cada vez mais de conectividade, sobretudo relacionadas à mobilidade e à computação em nuvem, que vêm sendo adotadas com grande rapidez.

Há, portanto, no Brasil, um mar de oportunidades para quem se especializar em redes de computadores. Para tanto, é preciso formação e certificações que demonstrem diferenciais.

Você está preparado para aproveitar as oportunidades no mercado de redes de computadores? Tem mais alguma dúvida ou gostaria de mais detalhes sobre o curso a ser escolhido? Deixe seu comentário que teremos prazer em ajudá-lo!

Baixar ebook

Redes de Computadores

Felipe Soares de Oliveira

Felipe Soares de Oliveira

Possui graduação em Ciências da Computação pelo Centro Universitário de João Pessoa (2007), em Tecnologia em Redes de Computadores pelo IFPB (2008), mestrado em Informática, pelo Programa de Pós-Graduação em Informática (PPGI) da UFPB (2010). Desde 2014 é aluno de doutorado do Centro de Informática da UFPE. Atua no UNIPE como professor, instrutor do programa Cisco Net Academy e coordenador dos Cursos Tecnológicos da UBTech-TI. No mercado direciona suas ações como CEO & Co-Founder da Start-UP Media4ALL. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Redes de Computadores e Internet, atuando principalmente nos seguintes temas: Arquitetura de Redes, Sistemas Distribuídos, Tecnologias para Educação, TV Digital e Internet.