BLOG DA GRADUAÇÃO

10 motivos para fazer faculdade de Arquitetura

Postado por Pablo Nogueira

Todos nós passamos pelo momento de escolher uma profissão e seguir uma carreira, porém nem sempre nos deparamos com motivos que mexam conosco de maneira positiva. Cada profissão tem suas vantagens e desvantagens e, no meio disso, nossa indecisão acaba prevalecendo diante da escolha.

O arquiteto é o profissional dedicado a projetar o espaço que as pessoas habitam e transitam, desde suas residências até parques, ruas e avenidas. Por meio de sua formação multidisciplinar, o arquiteto estuda disciplinas da área de humanidades e também de outras áreas, como a construção civil.

Ademais, também faz parte de sua atuação a coordenação e supervisão de equipes de trabalho, a realização de estudos de viabilidade técnica e econômica, além da execução e fiscalização das obras e dos serviços técnicos. Esse profissional faz vistorias, emite perícias e responsabiliza-se por avaliações, podendo emitir tanto laudos quanto pareceres.

Se você ainda tem dúvidas sobre qual curso fazer ou gostaria de saber mais sobre o a profissão de um arquiteto, nós lhe convidamos a ler os próximos 10 motivos para fazer faculdade de arquitetura. Fique com a gente e confira!

10-motivos-para-fazer-faculdade-de-arquitetura.jpg

1. Você pode realizar sonhos

Ser arquiteto significa poder realizar os sonhos de muitas pessoas. Por meio da arquitetura, você se coloca no lugar do próximo, entende o seu ponto de vista, capta suas necessidades e desenvolve projetos que atendam às suas necessidades.

Além de a profissão permitir que você desenvolva o seu lado empático, o fato de você concretizar os sonhos dos demais lhe deixa realizado e faz com que você enxergue o mundo sob outras óticas.

2. É um estilo de vida

Ao invés de ser uma profissão que restringe as suas ideias e pensamentos ao horário de trabalho, a arquitetura permite que você a viva como um estilo de vida. Durante os seus passeios, viagens e deslocamentos, será muito comum observar pontos como a iluminação, o acabamento, as formas, os materiais e outros mais.

O seu olhar crítico estará tão aguçado que, em viagens, você vai se programar para conhecer edifícios e lugares que lhe inspiram profissionalmente.

3. Flexibilidade em relação ao trabalho

A arquitetura permitirá que você seja um profissional bem independente em relação ao seu trabalho. Além de atuar em escritórios de arquitetura, é possível trabalhar de forma independente — sendo um profissional liberal —, atuar no poder público, prestar serviços para grandes empresas e diretamente com lojas, marcas e estúdios de design, de mobiliário e iluminação. São muitas opções para escolher.

4. Fazer faculdade de Arquitetura lhe proporcionará prazer

O trabalho do arquiteto é sempre muito envolvente. Além de ter a criatividade sempre estimulada, essa profissão lhe coloca em contato direto com planejamento e com tecnologias de construção, além das demandas que envolvem os projetos por materiais e métodos construtivos que cabem ao arquiteto decidir.

Isso impacta diretamente na forma como uma obra vai se integrar a determinado público ou região, como será o seu consumo energético e como ela vai respeitar o meio ambiente — integrando-se a ele. A arquitetura também cria tendências, influenciando a maneira como as pessoas constroem e decoram suas casas, muda atitudes e costumes, além de lhe tirar da rotina.

Baixar ebook

5. Ser remunerado trabalhando com arte

O senso comum sempre associa as pessoas que trabalham com arte à falta de dinheiro ou à baixa remuneração. Saiba que a arquitetura lhe permite trabalhar direta ou indiretamente com as artes e ainda proporcionar uma boa remuneração.

Por meio da arquitetura, seus profissionais se expressam artisticamente desde o primeiro momento em que começam a pensar sobre um projeto. Diferentemente de muitos outros profissionais que atuam com arte, o arquiteto é recompensado financeiramente desde a ideia até a obra final, passando inclusive pela elaboração do projeto.

6. Poder explorar o mundo

Como o profissional de arquitetura trabalha com soluções criativas e eficientes, é necessário que ele viaje muito e que tenha bagagem cultural o suficiente para elaborar projetos cada vez mais inovadores e exclusivos.

Além de poder explorar o mundo por meio de viagens, o arquiteto pode adquirir conhecimento por livros, internet, palestras e até mesmo durante as visitas aos seus clientes — esses nem sempre estarão na mesma região que você, facilitando o deslocamento entre regiões.

7. Liberdade artística com expressão pessoal

Você pode reunir um único cliente com outros dez colegas de profissão para discutir sobre um problema. Por mais que os parâmetros do projeto sejam os mesmos, é possível que você se depare com dez soluções diferentes para o mesmo problema.

Isso acontece porque o arquiteto tem sensibilidade e bom senso em sua liberdade artística, podendo encontrar soluções com base em suas expressões pessoais. Os mesmos parâmetros sempre permitem que os arquitetos se manifestem com liberdade para o exercício da criatividade artística. Faz parte da formação do arquiteto ter capacidade crítica e de discernimento, que ajudam a orientar a direção dos projetos.

8. Trabalhar diretamente com pessoas

É fato que em algumas profissões você deixa de lidar diretamente com as pessoas. Isso torna certos profissionais frios, tímidos e sem jogo de cintura para dialogar com o próximo.

A arquitetura coloca diversas pessoas na sua rotina, das mais variadas culturas e formações: clientes, fornecedores, vendedores, mão-de-obra e colegas de trabalho. Esse contato com tantas personalidades faz com que você absorva muito conteúdo diariamente, além de lhe tornar cada vez mais humano.

9. Carreira promissora e duradoura

A carreira de arquiteto permite que você exerça a profissão por quanto tempo quiser. Independentemente de estar ou não atuando, você sempre será arquiteto. O acúmulo de conhecimento ao longo da carreira torna o arquiteto cada vez mais respeitado e requisitado no mercado.

Ademais, com o passar do tempo, você cria uma marca própria que é impressa em suas realizações e vai aperfeiçoando o seu estilo.

10. Excelente piso salarial

Desde o início da carreira, mesmo durante a faculdade de arquitetura, o arquiteto pode ser recrutado por escritórios, construtoras e órgãos públicos. Já nos primeiros anos de formado, o piso salarial de um jovem arquiteto fica entre R$3.000,00 e R$5.000,00.

Após a fase inicial, a média sobe para R$8.000,00. No auge da carreira, aproximadamente com 15 anos de atuação, o arquiteto ganha facilmente mais que R$12.000,00 por mês, de acordo com o Guia de Profissões do IG.

Ficou com vontade de fazer faculdade de arquitetura? Então entre em contato conosco e venha conhecer como nós preparamos nossos arquitetos para o mercado. Clique aqui e fale conosco!

Baixar ebook

Arquitetura e Urbanismo

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Pablo é de Porto Alegre, Arquiteto com especialização em Gestão Educacional e mestre em Design pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. Foi em sua passagem pela Universidad de La República em Montevideo, Uruguay, ainda durante a graduação, que o docente se apaixonou pelas metodologias de ensino e aprendizagem dentro da Arquitetura, e passou a trilhar o caminho que, para ele, teria sido natural. Atualmente, Pablo Nogueira é o coordenador dos cursos de Design de Interiores e Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê.